Bom galera, achei esse artigo muito interessante...

devo confessar, que não tenho minha opinião formada quanto ao assunto..até o momento..por N motivos...fica o artigo para a analise da galera...



Nos textos escolares estão doutrinando as pessoas para que vejam um Governo Mundial como algo “positivo e necessário”. Para conseguir que a humanidade aceite e queira um Governo Mundial (A Nova Ordem Mundial) devem primeiro efetuar uma re-engenharia social.



Vigie os livros de seus filhos, estão sendo doutrinados pelo sistema educativo controlado por eles. Link para baixar o glossário do livro “Filosofia e Cidadania” da editora Vicens Vives.



[Imagem: 9RWvHPN.png]



A editora é espanhola e possui um site para a venda do material de doutrinamento para a Nova Ordem Mundial. Não é por um acaso que a Espanha hoje é um Estado policial, em avançado estágio para aderir ao Governo Mundial e “resolver todos os problemas do país”. Problemas que a própria elite sionista financeira criou na Europa.



A Espanha está sendo usada como cobaia para que as medidas autoritárias aplicadas lá sejam exportadas a todo o planeta.





Citar:“[…] muitos começam a planejar abertamente a conveniência de apostar por um Governo Mundial…”





Citar:Os partidários de uma “democracia cosmopolita” perseguem três fins: primeiro, a criação do status de cidadãos do mundo, que pertencem à organização mundial não só pela mediação dos Estados dos que são cidadãos, senão que estão representados num Parlamento mundial através de seus representantes eleitos; segundo, a introdução de um tribunal internacional penal dotado das competências habituais, cujas sentenças sejam vinculantes; e finalmente a transformação do Conselho de Seguranças num executivo com capacidade de ação.




Citar:“Ninguém pode imaginar que um governo seja capaz de resolver sozinho problemas como a mudança climática, a pobreza ou o terrorismo internacional. Estas questões requerem a criação de um novo Governo Mundial ou bem uma reforma a fundo das instituições globais existentes.”



[Imagem: iLzKm3T.jpg]



Estes livros serão espalhados em todo o mundo, assim como o fazem com os “kit-gays” de doutrinamento ao homossexualismo. Todas estas ideias globalistas foram planejadas com décadas de antecedência e as “crises financeiras” e guerras que vemos atualmente são técnicas que levarão o mundo a aceitar o Governo Mundial.



O poder está privatizado e o Estado não passa de uma fachada. Os verdadeiros donos do poder são os banqueiros e corporações que são representados pelos lobbies em cada país.



No Governo Mundial cada pessoa será propriedade do Governo privatizado. Ela será monitorada 24hs ao dia, suas atividades, pensamentos e comportamento social serão moldados de acordo com as regras ditadas pela elite e quem não concordar será considerado um “terrorista”. O chip subcutâneo que querem implantar em todos é parte desta agenda.



O livro demonstra que os globalistas querem destruir qualquer sentimento de patriotismo ou conceito de nação soberana. O indivíduo deixará se ser, por exemplo, brasileiro, e passará a ser “cidadão global”. O que na verdade é uma farsa. O indivíduo na verdade passa a ser PROPRIEDADE de um Governo privado. É nada menos que escravidão legalizada.



Resumidamente, isto é o que vai acontecer se a humanidade não reagir a tempo.



*Fim do conceito de soberania, destruição do Estado representado pelo povo ou por representantes eleitos;

*Os recursos energéticos e minerais não pertencerão mais às nações, mas sim às corporações associadas ao Governo Mundial;

*Destruição da família, cada indivíduo passa a ser propriedade do Governo Mundial privado;

*As crianças passam a ser propriedade do Governo Mundial e deixam de pertencer à uma família representada naturalmente pelo pai e mãe;

*Proibição da reprodução humana natural, a reprodução será feita artificialmente em laboratório para controle total da natalidade;

*Extermínio dos “indesejáveis”, apenas os indivíduos considerados “aptos” poderão viver;

*Fim da espionagem encoberta e início do monitoramento legalizado de cada pessoa;

*As atividades, pensamentos e comportamento social serão ditados e monitorados pelo Governo Mundial, de acordo com as regras impostas pela elite;

*Os indivíduos que não aceitarem o Governo Mundial serão rotulados como “terroristas”, perseguidos e presos;





O escândalo sobre a espionagem em massa mundial foi “vazado” por Edward Snowden e mesmo assim nada foi feito para acabar com a prática ilegal, muito pelo contrário. No Brasil, por exemplo, existia uma base da NSA(Agência Nacional de Inteligência dos EUA) e uma central da CIA em Brasília, operando com o apoio da Polícia Federal brasileira. Por que isto nunca foi divulgado pelos governos brasileiros? Essas centrais clandestinas foram fechadas ou continuam operando normalmente? Afinal de contas, a Polícia Federal e a ABIN(Agência Brasileira de Inteligência) estão à serviço de quem? Do eixo sionista EUA-Israel-Inglaterra ou do Brasil?



E assim, o sionismo se infiltra em cada país, para destruir sua soberania e impôr a censura sobre a Nova Ordem Mundial utilizando como pretexto a luta contra as “manifestações de ódio”, “terrorismo” ou “teorias da conspiração”. Inegávelmente, a verdade sobre o Governo Mundial que circula nos sites alternativos está incomodando muito os planos dos globalistas.



A Espanha é hoje um Estado policial, fascista e totalitário, o governo fantoche acaba de legalizar a “Lei Mordaça“, proibindo qualquer protesto contra o governo.



Espanha aprova lei que impede manifestações, impõe censura e fecha cerco contra imigrantes



Na França o governo fantoche de Francois Hollande também aprovou a censura, através de uma lei que rotula como “crime” as “teorias da conspiração“.



França se move para fazer “teorias da conspiração” ilegais por decreto do Governo



Na Inglaterra o criminoso sionista David Cameron também fez o mesmo, colocou as “teorias da conspiração” como uma ameaça ao Governo.



David Cameron diz que teóricos da conspiração não-violentos são tão perigosos quanto o ISIS



[Imagem: 5CgATpM.jpg]



Onde está a liberdade de expressão e livre pensamento nessa “democracia” que tanto falam por aí?



Não existe! Vivemos numa ditadura corporativa controlada por um grupo de indivíduos que governam pelas sombras e que agora querem governar o mundo através de uma espécie de monarquia absoluta. Os Rothschild e seus sócios se preparam para criar um império babilônico, onde sua dinastia governe o mundo a mão de ferro por centenas ou milhares de anos.



De fato, os Rothschild já controlam o planeta há quase três séculos sem o conhecimento das massas.



A simbologia usada pelos Rothschild na mídia e em Israel entregam o que vêm por aí. Os obeliscos, pirâmides, olhos de hórus, Baphomet e demais simbologias satânicas-luciferianas representam o perfil de governo que querem impôr ao mundo.



A simbologia Illuminati na Catedral de St. John e em Israel



As leis de censura criadas por esta elite criminosa demonstram que eles têm medo do povo, temem um despertar em massa na população que impeça a ascensão deste Governo Mundial.



Brzezinski: “A ‘resistência populista’ ameaça a transição à Nova Ordem Mundial”



Presidente da Conferência de Munich: “A ordem mundial está desmoronando”



Como é possível que uma minoria consiga manipular uma vasta maioria à favor de seus interesses? A resposta está no controle da mídia e do sistema de educacional. Este é o motivo para que a politicagem corrupta, que responde a poderosos lobbies sionistas, queira a privatização do ensino público.



Se já existem livros pregando a Nova Ordem Mundial na Europa, é questão de tempo para que comecem a aparecer nas escolas e Universidades da América do Sul.



FONTE:

CaminhoAlternativo

Fonte: Doutrinamento em textos escolares para aceitação da Nova Ordem Mundial»

Clique no Banner para conhecer o Blog Textos para Reflexão


Arte de Android Jones


Uma entrevista com Joseph Campbell, por Tom Collins

Originalmente publicada na revista The New Story (1985)

Tradução de Gabriel Fernandes Bonfim; Revisão de Rafael Arrais


« continuando da parte 1


2. O mito como a dinâmica da vida


[Tom] Para citar suas próprias palavras novamente, “Um mito é a dinâmica da vida. Você pode ou não conhecê-lo, e o mito que você pode estar respeitosamente adorando no domingo pode não ser aquele que realmente está trabalhando em seu coração, e nem aquele que está lá fora, de acordo com a visão dos eclesiásticos.”


[Joseph] Sim. Eu diria que é uma afirmação correta, então eu ainda diria isso hoje.


[Tom] Como você une essas duas dinâmicas?


[Joseph] Colocando a ênfase em sua própria dinâmica interna, e em seguida, filtrando e extraindo da sua herança de tradições aqueles aspectos que lhe dão suporte em sua própria vida interior. Isto significa não estar preso a esta, aquela, ou a qualquer outra tradição, mas estar aberto a uma comparação geral entre todas elas… Veja, eu me dedico bastante a estudos comparativos de mitologia. Eu acho que um dos problemas de hoje é que a sociedade se encaminhou para um relacionamento multicultural, que torna arcaico esses sistemas mitológicos presos a cultura – como a cristã, a judaica e a hinduísta.


Ou seja, ao conhecer o seu próprio sistema, que lhe impulsiona por dentro em suas vivências espirituais, e reconhecer estas imagens simbólicas que realmente lhe tocam a alma, você pode buscar ajuda para – poderíamos dizer – universalizar e solidificar esta mitologia pessoal em si mesmo; e então, você passa a estar apto a buscar mais ajuda nas outras mitologias da cultura humana.


Nota do revisor: este trecho é particularmente complexo, mas passa a ser mais compreensível ao estudarmos a teoria do Monomito de Campbell, segundo a qual todos os mitos da cultura humana são, em sua essência mais íntima, parte de uma mesma mitologia. Por isso ele crê que, não importa qual o sistema simbólico ou mitologia pessoal que adotemos, ele deve funcionar se for capaz de lhe tocar a alma – e, da mesma forma, se não lhe tocar a alma, provavelmente a sua vivência espiritual será comprometida. Por “buscar ajuda”, penso que ele queira se referir a algo como “buscar o aconselhamento dos que já estão mais avançados no caminho” (alguns chamam a estes de “mestres” ou “gurus espirituais”); mas também pode estar se referindo, simplesmente, ao estudo (intelectual) dos mitos.


(...)

Acompanhe o resto em Reflexões místicas com Joseph Campbell (parte 2) (951 words)




© raph for Teoria da Conspiração, 2015. | Permalink | | Add to del.icio.us

Post tags:




Fonte: Reflexões místicas com Joseph Campbell (parte 2)»